Article

Introdução ao factoring: financiamento de liquidação antecipada no Brasil

EQUIPE EDITORIAL WORLDPAY

July 21, 2019

No Brasil, às vezes demora um pouco até você receber seus fundos. Um fluxo de caixa é fundamental para que a sua empresa funcione sem problemas. O factoring (também chamado de fomento mercantil) é amplamente utilizado no Brasil, permitindo que você receba liquidações com antecedência. Receba fundos no mesmo dia ou no dia seguinte e acabe com os meses de espera.

Introdução ao factoring – O que é antecipação de recebíveis no Brasil?

Segundo a Wikipédia: “Factoring ou fomento mercantil, é uma transação financeira e um tipo de financiamento do devedor no qual uma empresa vende, com desconto, suas contas a receber (ou seja, faturas) a um terceiro (chamado cessionário).”

Simplificando: o factoring resulta no financiamento antecipado da liquidação. Em outras palavras, você recebe no presente o dinheiro a ser pago no futuro. A instituição financeira que oferece tal serviço coleta o pagamento da parte que deve a você quando a conta vence. É um serviço útil principalmente nos mercados em que é comum pagar em prestações.

O factoring na prática: venda on-line de bens ou serviços no Brasil

No Brasil, a liquidação demora muito mais do que a média global. Nas compras com cartão de crédito1, por exemplo, são 30 dias até receber o pagamento pelo bem ou serviço vendido. Além disso, é comum que os consumidores paguem em parcelas2. Os consumidores podem optar por um máximo de 12 parcelas, a serem pagas mensalmente em valores iguais. Ou seja: você pode acabar esperando até 360 dias para receber a última parcela.

Com o factoring ou liquidação antecipada, você solicita a liquidação antecipada, normalmente no mesmo dia ou no dia seguinte, mediante uma taxa.

Taxa de factoring/antecipação

As instituições financeiras cobram uma taxa por esse serviço. As taxas têm como base:

  • a taxa de juros, normalmente determinada pelo tempo até a instituição financeira receber o montante total.
  • o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), imposto obrigatório neste serviço.
  • a taxa de desconto, impactada pelo valor futuro antecipado da transação.

A instituição financeira cobra por fatura, por semana ou por mês. A taxa das provedoras varia de 1 ou 2% a até 18%, dependendo do número de parcelas pagas antecipadamente.

Outras formas de se referir ao factoring

Você pode ouvir falar de factoring de várias formas, mas todas funcionam da mesma maneira

  • Financiamento de liquidação antecipada
  • Antecipação de recebíveis
  • Antecipação de contas a receber
  • Pré-pagamento
  • Pré-financiamento
  • Financiamento de recebíveis comerciais - termo genérico para a troca de ativos líquidos em antecipação do dinheiro ou de recebíveis futuros.
  • Desconto de duplicatas
  • Antecipação de recebíveis
  • Financiamento de contas a receber
  • Financiamento antecipado legal

*O factoring  não é considerado empréstimo, pois envolve a venda de contas a receber. Portanto, o factoring não é o mesmo que desconto na fatura (cessão de contas a receber  nos EUA, que se refere a empréstimos usando ativos de contas a receber como garantia de um empréstimo.

Quando o factoring é recomendado?

O factoring é uma estratégia de gerenciamento de fluxo de caixa para transformar faturas não pagas em capital de giro. Com ele, os gerentes financeiros equilibram o dinheiro recebido pela oferta de bens e serviços com o dinheiro devido a funcionários, fornecedores, governo, etc.

Veja exemplos de quando a liquidação antecipada é recomendada:

  • Quando a empresa tem uma fatura considerável
  • Empresas jovens, que não acumularam fluxo de caixa considerável ou que estão esperando muitas contas a receber
  • Empresas que se expandiram recentemente para novos mercados e estão cobrindo os custos de expansão e de estruturação, bem como suas entradas e saídas normais
  • Contas que levam 30 dias ou mais para serem pagas (no caso do prazo para liquidação no Brasil)
  • Empresas sem dinheiro para a folha de pagamento ou que querem aproveitar algum desconto dos fornecedores

Quais são as vantagens do factoring?

  • Permite acomodar necessidades de caixa, como novos pedidos ou contratos
  • Evita o acúmulo de dívidas
  • Cobre os custos iniciais de investimento em um novo mercado
  • Libera capital de giro para reduzir a duração dos ciclos de negócios
  • Aumenta a disponibilidade de recursos e melhora o poder de negociação com os fornecedores
  • Garante o pagamento final com um valor fixo. Normalmente, é responsabilidade da instituição financeira quitar a diferença entre o pagamento final e o pagamento antecipado, conforme estabelecido no contrato. Ou seja: se o consumidor final não honrar o valor total ou se a inflação aumentar drasticamente, sua empresa não será afetada, pois você já recebeu o valor previamente acordado

Vantagens do factoring/liquidação antecipada sobre o empréstimo bancário:

  • Menos burocracia
  • É uma das fontes mais rápidas de financiamento. O pagamento sai no mesmo dia ou no dia seguinte
  • Mais barato
  • Menor risco de dívidas. Você recebe seu dinheiro antes e pode usá-lo para continuar ampliando os negócios

Principais pontos a considerar

  • A taxa de factoring deve ser inferior ao custo das formas alternativas de garantia de crédito
  • Saiba bem qual é a taxa real do financiamento da liquidação antecipada, incluindo impostos como IOF e a taxa final da fatura

A Worldpay garante o factoring como uma opção com valor competitivo para a sua empresa e não cobra nada além da taxa de factoring acordada (ou seja, sem taxas extras de IOF não incluídas na taxa de factoring geral).

Oferta de factoring da Worldpay

A oferta de factoring da Worldpay vai além do padrão do setor

Diagrama de factoring:

Sem factoring

Com factoring:

 Ciclo de 1 ou 2 dias a partir da compra com o fluxo do processo

Compra + Pedido de Factoring -> Worldpay** - > Plataforma da Credenciadora -> Banco do Cliente -> Banco Patrocinador da Worldpay - > Comerciante

**A Worldpay recebe a liquidação total após 30 dias.

[1] Cartão de crédito é o método de pagamento on-line preferencial, correspondendo a 60% do valor dos pagamentos no e-commerce.

[2] Parcelas consistem em pagamentos em partes iguais, totalizando o valor produto, durante um período especificado. No Brasil, o consumidor pode escolher entre 2 a 12 parcelas, pagas a cada mês. No setor de viagens, até 80% das transações on-line são parceladas.